Edição 14 · x

Era uma vez, há pouco tempo…

gallery_img_4772

Por Saulo Borges

Após 5 anos do prazo legal e 4 anos que a FDRP iniciou os debates sobre o Projeto Político Pedagógico (PPP), finalmente, no dia 5 de agosto de 2016, ele foi aprovado por unanimidade pelos membros da Congregação (apesar do nariz torcido de muitos).

Inegavelmente todo o processo representa um grande ganho ao Movimento Estudantil: foram os Estudantes e as Estudantes que efetivamente fizeram a sistematização das deliberações da comissão responsável (sendo os principais autores e autoras do texto aprovado), foram os Estudantes e as Estudantes que engrossaram a mobilização na Faculdade fazendo com que o PPP atravessasse as inúmeras instâncias até a Congregação, foram os Estudantes e as Estudantes que puderam dizer em muitas ocasiões o que achavam melhor para eles e elas mesmos no curso de Direito.

Sabemos que não foi uma atuação uniforme (muitas entidades estudantis recusaram a se envolver no processo e hoje choram por não terem um espaço institucional maior na Faculdade, quando tiveram a faca e o queijo na mão), e nem mesmo foi fácil. O fato é que aprendemos muito, politicamente falando. O desorganizado Movimento Discente cresceu em suas habilidades e conseguiu, no decorrer do processo, realizar Assembleias Estudantis bem mais objetivas e produtivas, articular RDs e CAAJA, pressionar os docentes e as docentes e entender os meandros da administração da USP.

E agora? E agora que temos um texto mais oportuno (embora longe do que sonhamos), temos que ocupar os espaços conquistados para que não os percamos. O cenário talvez não seja um dos mais efervescentes, mas temos perspectivas mais efetivas de representação e de participação estudantil . Uma chapa inscrita para a eleição da próxima gestão do CAAJA e candidaturas a todos os cargos de Representação Discente (algumas com efetivas disputas), embora, infelizmente, a AAACA7 ainda continue sendo um espaço de disputa interna e, portanto, pouco permeável aos demais estudantes.

Assim, como vamos aproveitar toda a experiência acumulada durante esses anos?! Como vamos intensificar cada vez mais a atuação dos Estudantes e das Estudantes dentro da FDRP? Como vamos imprimir as nossas pautas nas comissões e colegiados da Faculdade ao invés de simplesmente ouvir e aceitar passivamente as demandas dos docentes e das docentes? ´

Não sei, não sabemos. Urge, porém, apostar nos espaços que conseguimos pelo novo PPP para ocupar a FDRP. Os laboratórios PRECISAM ser montados com a presença de alunos e de alunas (e que estejam interessados e interessadas!). TEMOS que trazer às nossas atividades curriculares a prática de deliberações (não é possível que um aluno ou uma aluna de Direito não consiga compreender a dinâmica de uma assembleia e não saiba distingui-la de uma roda de conversa). NECESSITAMOS expor cada dia mais os problemas pelos quais passamos, como assédios, carga excessiva de aulas, racismo, homofobia, machismo e todas as mazelas que ainda enfrentamos na FDRP.

É, estudantes, muita luta está por vir. Estamos preparados e preparadas? Certamente não. Contudo, já somos gigantes, afinal, quantas Universidades você conhece em que os alunos e as alunas escreveram o próprio Projeto Político Pedagógico? E esse texto é justamente para fazer memória dessa história. A nossa história.

Um comentário em “Era uma vez, há pouco tempo…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s