Edição 14 · x

Ondas quebram em sons de saudade

konen-uehara-waves-nomad-art-and-design

Por Vitor Pavan

Te procuro nos versos de Neruda

Minha musa pode ser vista na câmera de Bergmann

A angústia da tua perda pode ser sentida em um réquiem

De Mozart a Wagner, sua orquestra explode minhas artérias

 

Não vejo culpados; vejo tristeza

Assim busco avistar aquela ilha prometida

A esperança da tua volta segue como a correnteza:

cada vez mais perde a sua força quando se afasta da costa

 

Terra não se grita mais à vista

Odisseu luta para retornar a Itaca

Na vagueza de um amor marítimo

Ondas quebram em sons de saudade

 

Quanto mais longe da tua costa

Maior é o pensamento por tua terra fértil

Areia que em que rolava

Cobria o meu corpo; mar que lavava a minha alma

Um comentário em “Ondas quebram em sons de saudade

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s