Edição 14 · x

Poema de Formatura

Resultado de imagem para graduation tumblr hat

Por Cristiano da Dalt Castro

Da minha sacada imagino que haja estrelas;

por ser noite penso que elas já deveriam

estar menos escondidas.

Ou estou ficando cego de repente,

ou no breu sumiram os pontinhos

que nós costumávamos ver no céu da Mantiqueira.

 

Da minha sacada investigo apenas meia rua;

já que não se pode exigir uma bela paisagem

Com esse aluguel barato daqui.

Seria bom poder alugar um amor medíocre

e negociá-lo baratinho pela internet,

assim como fizemos com o apartamento.

 

Da minha sacada um holofote mira a nós;

esse é um grande incômodo,

pois não enxergo quem está comigo.

Queria eu por um momento

poder me esconder tão bem

quanto minha companhia e as estrelas.

 

Da minha sacada não vejo a maioria das coisas;

porque na minha frente tem uma parede alta,

que é bege.

A parede alta só não é mais bege

do que o meu humor

quando me lembro que estou desempregado.

Um comentário em “Poema de Formatura

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s