Aconteceu na Federpe · opinião · x

Por que a USP tem medo de democracia?

democracia

Por João Baptista (Mídia) – TX

      Por que a USP tem medo de democracia? Venho me questionando a respeito disso ultimamente. Estamos no olho do furacão de um processo de escolha do diretor de nossa querida faculdade, que de democrático não tem nada. Na melhor das hipóteses podemos dizer que é um processo aristocrático, onde alguns poucos escolhem o líder para a nossa instituição.

     Não bastasse esse medo de democracia, de não possibilitar que a totalidade dos docentes, discentes e servidores técnicos escolhessem, de forma direta, quem estará no comando da FDRP pelo próximo mandato, assim como acontece em muitas Universidades Federais, o procedimento eleitoral tem problemas absurdos.

       Um desses problemas é a limitação à inscrição de chapas, só professores em cargos hierarquicamente superiores podem ser candidatos a cargos de gestão, isso não implica em ser um professores que melhor represente os interesses da comunidade federpiana, não significa que é um professor mais competente, mais preparado para a gestão pública, quer dizer apenas que é uma pessoa que conseguiu galgar as escadas da academia, conseguiu passar em concursos de titulação em suas respectivas áreas. O cargo de diretor não exige uma pessoa hiperespecializada em física quântica, ou no funcionamento do sistema endócrino e, acreditem, nem de um doutor em administração.

       O cargo de Diretor é eminentemente político, é um cargo que deve ser ocupado por alguém que representa a comunidade a ser dirigida por ele, alguém que deveria ter sido eleito por todos, para ter de fato legitimidade para dirigir, e mais que isso, é um cargo de alguém que deveria ser eleito entre aqueles que serão dirigidos. Uma pessoa de fora não conhece os problemas da faculdade, não conhece as pessoas, não tem vínculos com o lugar, tem apenas vínculos com o cargo.

         Será que o nosso presidente, lá em Brasília, não é exemplo suficiente de alguém sem vínculo com as pessoas mas com um vínculo visceral ao cargo?

         Venho fazer um apelo a quem quer que seja o futuro Diretor da FDRP, venho pedir que, mesmo que a Senhora ou o Senhor não tenha sido eleito com a legitimidade do voto direto de toda a comunidade federpiana, que você, no exercício do cargo, nos defenda, nos represente, que brigue por nós e pela nossa faculdade, que em vez de nos falar “a USP esta quebrada! Não temos verba para nada” que diga “vou falar com o reitor para conseguir mais verba, se não der falo com o Governador, Presidente, falo até com o Papa se for preciso”. não precisamos de alguém que fale que “não dá”, precisamos de alguém que fale “vamos juntos!”.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s