x

10 Filmes de Terror para quem não aproveitou o Halloween neste final de semestre

WhatsApp Image 2018-11-06 at 13.53.45.jpeg

Por Ana Flávia Toller (Curta) – T.X

Olá queridos leitores do Ócios,

Nesta semana trouxe para o Frames algo bem diferente e afastado do Direito, já que o final de semestre bate à porta e conteúdo relacionado ao curso de Direito é o que menos queremos ler/ouvir nas horas vagas – se existentes.

Ainda em clima de Halloween, deixo aqui uma seleção com 10 filmes de terror (dos mais variados subgêneros) que você provavelmente nunca viu. Alguns deles estão na minha lista de favoritos e se você não é um apreciador do gênero, quem sabe posso te convencer a dar outra chance, não é?

SLASHER/SERIAL KILLER

O Massacre da Serra Elétrica (The Texas Chain Saw Massacre) – 1974 – Direção de Tobe Hooper:

Este é o filme que dá origem aos remakes, reboots e sequências de mesmo nome. Baseado em fatos reais, trata da história de um grupo de amigos viajantes que encontra uma família bastante peculiar e com espírito assassino.

Mesmo que você repudie as sequencias e demais versões deste filme, recomendo muito que assista à primeira versão – muito mais sinistra, principalmente tomando por base a época em que foi produzida.

Aniversário Macabro (The Last House on the Left) – 1972 – Direção de Wes Craven:

O filme foi inspirado na obra de Ingmar Bergman “A fonte da Donzela” de 1959. Narra a trama de uma gangue de bandidos que encontra duas adolescentes. Após assassiná-las vão procurar abrigo na casa dos pais de uma delas. A partir daí, a tensão conta o resto da história. Este longa também foi inspiração para outros do gênero e remakes.

SOBRENATURAL

 

Os Inocentes (The Innocents) – 1961 – Direção de Jack Clayton:

 Para quebrar com o estereótipo de que filmes de terror precisam de efeitos especiais e que os antigos não são nada além de trash, trago esta obra de 1961.

No filme,  Miss Giddens (Deborah Kerr) é contratada para cuidar de duas crianças órfãs, cujos pais morreram de forma misteriosa.  Em razão de diversos acontecimentos, a “tutora” percebe, que há algo de sombrio dentro da casa, interferindo no comportamento das crianças.

Ele está entre meus longas de terror favoritos. Novamente, apesar da produção datar de 1961 a obra é muito bem estruturada e traz à tona a sensação de medo e desespero, prendendo a nossa atenção como poucos filmes atuais conseguem.

 

Os Pássaros (The Birds) – 1963 – Direção de Alfred Hitchcock:

Na mesma linha de filmes sobrenaturais antigos, este trará a história de Melanie Daniels (Tippi Hedren) que viaja até uma cidade isolada na Califórnia (Bodega Bay),  a fim de encontrar seu affair Mitch Brenner (Rod Taylor). No entanto, a cidade começa a sofrer com fatos bastante estranhos, dentre eles, ataques constantes de pássaros.

Faço uma ressalva, pois, resguardas as proporções, este também pode ser considerado um filme de terror psicológico.

PSICOLÓGICO

Enquanto Você Dorme (Mientras Duermes) – 2011 – Direção de Jaume Balagueró:

Saindo da tradição hollywoodiana de filmes de terror, esta obra da Espanha mostra a história do porteiro César (Luis Tosar) que conhece muito bem a vida dos moradores do prédio pelo qual é responsável. Estes, no entanto, não sabem nada sobre o funcionário, sempre muito recatado e cortês – mas nem tudo é o que parece.

 

O Homem de Palha (The Wicker Man) – 1973 – Direção de Robin Hardy:

Este longa conta a trama do policial Howie (Edward Woodward) que é enviado a uma ilha para investigar o desaparecimento de uma jovem. No entanto, os habitantes da ilha e até mesmo a família da jovem, agem de forma suspeita, aparentando desinteresse com relação ao acontecimento. Quanto mais o policial procura respostas, menos encontra.

O que me admira neste filme é que, além do terror psicológico e do mistério, ele traz uma problematização necessária e uma reflexão social bastante interessante.

Faixa bônus

Confissões (Kokuhaku) – 2010 – Direção de Tetsuya Nakashima:

Não poderia deixar de indicar este filme que é um dos meus favoritos. Nele, a professora Moriguchi (Takako Matsu), em seu último dia de aula, revela que a morte de sua filha de 4 anos fora causada por 2 alunos da escola. Então, ela começa a executar seu plano a sangue-frio. O espectador vê a personalidade pacífica da docente transformar-se em cruel. Um filme japonês que sabe como trazer à tona o mistério e a surpresa.

GORE[i]ATENÇÃO: os filmes dessa subcategoria são, provavelmente, os mais pesados e indigestos.

 A Fronteira (Frontière(s)) – 2007 – Direção de Xavier Gens:

Neste longa, Yasmine (Karina Testa) precisa esconder a gravidez de sua família. Para tanto, conta com o auxílio de amigos que realizam pequenos furtos a fim de arrecadar o suficiente para que ela faça o aborto na Holanda.  Fugindo da polícia, o grupo se refugia em um terreno de mineração improdutivo localizado em um busque na fronteira com Luxemburgo. Neste lugar descobrem um albergue administrado por neonazistas canibais.

 

Holocausto Canibal (Cannibal Holocaust) – 1980 – Direção de Ruggero Deodato:

Este filme Italiano conta a história de quatro documentaristas que vão até uma floresta para filmar indígenas, mas nunca mais retornam.  Dois meses depois, o antropólogo Harold Monroe (Robert Kerman) acompanha a missão de resgate. Nela são recuperados filmes perdidos dos documentaristas que revelarão todos os acontecimentos.

Recomendo aos interessados que busquem mais informações sobre as polêmicas envolvidas na produção deste filme.

FOUND FOOTAGE[ii]

Assim na Terra Como no Inferno (As Above, So Below) – 2014 – Direção de John Erick Dowdle:

Conta a história de arqueólogos que buscam um tesouro perdido dentro de um desconhecido labirinto de ossos (Cidade dos Mortos) nas catacumbas de Paris. Como se imagina, os acontecimentos decorrentes dessa exploração não serão agradáveis.

V/H/S – 2012 – Direção de Adam Wingard, Chad Villella, David Bruckner, Glenn McQuaid, Joe Swanberg, Justin Martinez, Matt Bettinelli-Olpin, Ti West e Tyler Gillett:

A ideia da produção deste longa foi contar pequenas-histórias dentro de um único filme. Foram convidados, portanto, diversos diretores.  Como pano de fundo, nos é apresentado um grupo de criminosos que rouba uma fita de VHS. Ao assisti-la, eles descobrem muito mais do que desejavam.

[i]  Caracteriza-se pela presença de cenas extremamente violentas, com muito sangue e até restos mortais de humanos ou animais.

[ii]  É aquele tipo de filme em primeira pessoa, filmados pelos próprios atores ou por câmeras de tremulação. Normalmente a história do filme mostra a “gravação encontrada depois dos eventos.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s