x

[Sem Título]

C84F1B5A-87D5-472F-A9B6-812F25D30A1B

Por Laís Lopes – CPFDRP

Tanto a cultura brasileira quanto a cultura mundial édifundida todos os dias pela elite, sendo excluídas socialmente impostas como inferiores, devido seu grupo social. As principais características para a desconstrução da identidade de grupos minoritários é diferença cultural sendo visto como algo ruim, e a aceitação de uma imagem construída pelos outros.

A enorme diversidade cultural brasileira trazida pelo colonialismo reflete uma identidade nacional criada pelo próprio povo. Ademais não é imposto a importância que cada uma das comunidades deveria ter. Como exemplo das manifestações dos grupos LGBTQI, que é em prol da luta contra a descriminalização e a não aceitação da própria nação. Nada obstante, de acordo com estimativas do governo federal, o Brasil tem mais de três milcomunidades quilombolas que apesar de manterem viva a memória da luta de seus ancestrais vivem em condições de miséria.

Frente ao cenário exposto deve ser tomado uma medida de uma mudança de ideologia preconceituosa, através de campanhas nas redes sociais que promovam a aceitação e a integração social. Além disso pode ser criado uma matéria nova nas unidades escolares, por meio do governo, para educar uma criança em função da situação social e a criação de uma identidade própria.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s