Abertura · Texto da semana · x

Relato de um calouro

Por João Vitor Santos Ribeiro – TXIV

Começar uma graduação é difícil. Enfrentar uma pandemia também é difícil. Portanto começar uma graduação na pandemia é duplamente difícil. Por isso, quero registrar e dividir um pouco da experiência de ser vestibulando durante uma pandemia.

É tudo muito incrível, não no sentido positivo de “um máximo”, mas inacreditável. Ainda no começo de 2020 curtíamos o fim de ano enquanto um vírus potencialmente mortal se espalhava pelo mundo. Foi tudo “repentino”: escolas, empresas, projetos pararam. E, bombardeados com a notícia das restrições, nós, estudantes, confusos a princípio, resignados ao ensino a distância, que é muito controverso e pouco acessível para um Brasil tão desigual, ficamos à mercê da sorte. Tudo novo, muitas dificuldades, como foi lidar com isso?

Para mim, que tive oportunidade de acompanhar o conteúdo pela internet, o isolamento transformou-se em horas e horas de estudo. Comecei a estudar para aliviar a ansiedade causada pela solidão, vestibular e sensação de incompetência; toda hora sentia que não estudava o suficiente, foi horrível. Além disso, a reunião de sábado com os amigos, minha válvula de escape, ficou comprometida. Eu sei que parece um pouco egoísta, com tanta gente morrendo, sofrer por ficar sem os colegas, mas sou humano, demasiadamente humano. E, dessa maneira, fui levando o ano letivo, solidão, estudos, mortes no noticiário, o país afundando e a sensação de incompletude. Passou-se aproximadamente um ano desde o início da pandemia; era 17 de março e o G1 anunciava: “São Paulo registra primeira morte por Covid-19”. Muitas mortes desde então; desgovernos do presidente Jair Bolsonaro; crises econômicas e sociais. Tudo é muito frágil. Uma felicidade: Hoje estou aprovado na melhor universidade da América Latina, e, até agora, a ficha não caiu. Enfim, há muitos desafios pela frente. Temos que combater o vírus para podermos voltar à nossa Alma mater. Juntos, porém separados, iremos superar esse ponto “sombrio” do nosso século.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s