Política nacional

Brasil abre portas para a CEPAMERICA 2021

Adrieli Yukie Ishimoto – Presidente do CASB

Após Argentina e Colômbia desistirem de sediar o campeonato a CONMEBOL anunciou no dia 31/05 que a Copa América será realizada no Brasil. Pelas redes sociais a entidade agradeceu a Bolsonaro e seus ministros assim como a CBF por abrir as portas para o evento esportivo “mais seguro do mundo”. Chegando a meio milhão de brasileiros mortos por uma doença que já existe vacina o presidente da CONMEBOL diz que “O governo do Brasil demonstrou agilidade e capacidade de decisão em um momento fundamental para o futebol sul-americano”. 

Em meio a pior crise sanitária enfrentada pelo país, após 11 recusas do governo federal para compras de vacinas o Brasil abre as portas para a importação de novas variantes do vírus e aumento das taxas de contágios. A entidade esportiva que fechou 2019 com lucro de mais de R$ 2 bilhões e se diz disposta a ajudar países na luta contra a pandemia agora quer realizar o evento esportivo no país considerado o epicentro mundial de disseminação da doença e de novas variantes. 

A manutenção da Copa América foi uma decisão estritamente financeira. Em 2020, ano em que o torneio não foi disputado em razão da pandemia de COVID-19, o lucro com a competição foi de apenas R$ 1,3 milhão. Diferença de mais ou menos R$ 619 milhões ao valor arrecadado em 2019. Em resposta ao posicionamento do relator e presidente da CPI que investiga as ações e omissões do governo Bolsonaro ao combate a pandemia de COVID-19 no Brasil, Bolsonaro diz que “o que mata a gente não é quem mandar dinheiro para o estádio […]”.

Assumindo que a decisão foi pautada única e exclusivamente no lucro que o evento esportivo traria, Bolsonaro em um discurso transmitido nas redes sociais ataca Luís Roberto, narrador esportivo, que se manifestou contrário a realização do campeonato alegando que toda a revolta em relação a essa decisão se deu pelo fato da TV Globo não ter o direito de transmissão, sendo este reservado ao SBT. No país onde o lucro está acima da vida, sediar um evento como esse em meio a uma pandemia só demonstra ainda mais os interesses mercadológicos das organizações esportivas como a CONMEBOL e a CBF, indo de encontro a política genocida de Bolsonaro que facilitou a escolha do Brasil como nova sede da competição e é sustentado pelas grandes mídias que se beneficiam do capital gerado pela competição.  

É inaceitável que essa decisão tenha sido tomada em tão pouco tempo e com a agilidade que não existiu nas 11 ofertas de compras de vacina! Não podemos aceitar que este campeonato aconteça no Brasil. É um absurdo o que esse governo genocida está fazendo com a população brasileira! VERGONHOSO! Devemos barrar esta decisão!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s