Poesia

NOTA DE RODAPÉ

Por Enzo Luís Roncolatto Riva (Ralph) – TXVI da ECEC

Podia aqui escrever milhares de clichês,
dar voltas e mais voltas
ao redor desses versos soltos,
cheios de palavras melosas e bonitas
com enfeites romantizados.
Podia estar falando do brilho esmeralda dos seus olhos,
ou do argênteo de seus lábios.
Podia falar do gosto macio do seu abraço
ou falar frases bonitas como:
O primeiro amor é sempre o último.
Mas como o tempo é injusto e curto,
o que mais quero dizer é:
Amo demais você.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s