x

Bichinho

Por autor anônimo O isolamento social (que, aparentemente, não existe para todas as pessoas presentes no meu instagram) trouxe, para mim, uma imensidão de sentimentos que, nem sempre, são bem-vindos. A insegurança se espalha um tanto (muito) por aqui, como uma mosca chata fazendo um zzzzzzzz eterno ao pé do meu ouvido. Fazer o que?… Continuar lendo Bichinho

x

Futebol na Pandemia: uma Metonímia do Negacionismo Brasileiro

Por Amanda Bombardi (Polly), TXII. Sempre considerei o futebol uma metáfora da vida. Talvez a figura seja outra: a parte explica o todo. O futebol é uma verdadeira metonímia da sociedade em que vivemos. Na obra “Como o futebol explica o mundo: Um olhar inesperado sobre a globalização“, o escritor estadunidense Franklin Foer demonstra com… Continuar lendo Futebol na Pandemia: uma Metonímia do Negacionismo Brasileiro

x

04 de setembro de 1970: La via chilena al socialismo

Por Lucca Vinha (Jejum) – TX Amazônia pegando fogo, Bolsonaro atacando a imprensa, golpe judiciário no Rio de Janeiro, 4 milhões de infectados por COVID-19 e mais de 120 mil mortos. Assuntos não faltam para serem discutidos. Mas, para qualquer análise minimamente séria sobre o presente, precisamos conhecer o passado. Por isso, caros leitores e… Continuar lendo 04 de setembro de 1970: La via chilena al socialismo

x

O “Cavalão” de Tróia: um presente para Duque de Caxias

Por Pedro Sberni (TX) A muito utilizada frase de Marx em 18 de Brumário de Luis Bonaparte, “A história se repete a primeira vez como tragédia e a segunda como farsa” bem pode servir para o início desse raciocínio. Não a leiamos, no entanto, literalmente. As Forças Armadas sempre estiveram em posição de destaque na… Continuar lendo O “Cavalão” de Tróia: um presente para Duque de Caxias